Aprovado projeto do vereador Sansão Pereira que institui o Dia de Ação de Graças e da Virada Social

Atualizado: Mai 28

A Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa (CCJ), aprovou nesta quarta-feira (27), o Projeto de Lei (PL 153/21) do vereador Sansão Pereira (Republicanos-SP), que inclui no Calendário da Cidade de São Paulo, o “Dia de Ação de Graças e da Virada Social”, para incentivar a prática de ações sociais nas diversas regiões da cidade.

O projeto tem como objetivo a Celebração de parcerias com a iniciativa privada, organizações da sociedade civil, movimentos populares locais e instituições religiosas para a organização de ações sociais, que serão amplamente divulgadas através dos meios de comunicação oficiais.

O vereador explica que em meio a este período de pandemia, empresários, organizações sociais e religiosas, movimentos e demais voluntários, se dispuseram a ajudar de alguma forma, através de doações de alimentos, roupas, cilindros de oxigênio, respiradores, bem como com apoio espiritual e orações. “Considerando o espírito de solidariedade que os paulistanos têm demonstrado ao seu próximo, vimos a necessidade do reconhecimento desta data especial e de ações dessas pessoas, especialmente ao incentivo de práticas de bondade e solidariedade entre a população.” Afirma o autor do projeto.

As Subprefeituras serão responsáveis pela realização de cadastro prévio das entidades ou movimentos que desejarem realizar as atividades, e este será utilizado como base para organizar, controlar e garantir a segurança dos eventos, bem como para auxiliar na divulgação das ações.

O projeto servirá como incentivo às práticas de ação social de forma descentralizada, fazendo com que o município promova a divulgação através dos meios de comunicação oficiais, o que não acarreta eventuais custos.

“Não sei se todos aqui sabem, mas já trabalho com assistência social há mais de 30 anos, inclusive fui o idealizador do Projeto Unisocial, que se dedica a visitar comunidades de todo o País e levar amparo, doações de alimentos e brinquedos para as crianças. Também há prestação de serviços voluntários, como atendimento médico, odontológico e de enfermagem, e orientação de assistentes sociais, advogados e outros profissionais, o que torna a obra social a mais completa possível.” Explica o vereador.



4 visualizações