Aprovado Projeto do vereador Sansão Pereira que incentiva a doação de sangue e medula óssea

Nesta quarta-feira (05/05), a Comissão de Cidadania, Justiça e Legislação Participativa da Câmara dos Vereadores aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei (PL 154/2021) de autoria do vereador Sansão Pereira (Republicanos) que dispõe sobre a Campanha de Conscientização e Valorização e Incentivo da Doação de Sangue e (ou) Medula Óssea na Cidade de São Paulo.

A Campanha terá por objetivo divulgar, incentivar e valorizar a doação de sangue e medula óssea, para fins terapêuticos e científicos, observando os preceitos éticos e legais pertinentes, bem como as instruções e as normas do Sistema Único de Saúde (SUS).

Na justificativa do projeto, o vereador esclarece que cada doação de sangue pode salvar até quatro vidas, pois o processo de centrifugação e separação divide uma bolsa de sangue em até quatro hemocomponentes diferentes, sendo eles: hemácias, plasma, crioprecipitado e plaquetas, os mais comuns.

“Em um momento em que o sistema de saúde está em colapso, e o estoque de sangue de São Paulo registra queda de 45%, a Campanha tem por objetivo divulgar, incentivar e valorizar a doação de sangue e medula óssea, para que mais vidas sejam salvas.” Explica o vereador.

De acordo com reportagem veiculada pelo Portal R7, a situação se agravou no último semestre, em especial após o início da fase vermelha da pandemia, e houve uma queda considerável no volume de doações. "É preciso que as pessoas se lembrem o tempo todo que a doação de sangue é essencial à vida de inúmeros pacientes internados nos hospitais, inclusive dos que estão em tratamento pela covid-19", afirma Bibiana Alves, líder de captação do Banco de Sangue de São Paulo.

O projeto não interfere nos órgãos públicos, nem lhes atribui competência, mas apenas prevê que exerçam a função de estimular, orientar e esclarecer a execução de campanhas para incentivar pessoas a doarem sangue e (ou) medula óssea.







12 visualizações