AGORA É LEI: DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS E DA VIRADA SOCIAL NA CIDADE DE SÃO PAULO

Prefeito Ricardo Nunes sanciona lei de autoria do vereador Sansão Pereira (Republicanos-SP)


Nesta quarta-feira (10), o prefeito Ricardo Nunes sancionou a lei nº 17.711/2021, que inclui no Calendário da Cidade de São Paulo, o “Dia de Ação de Graças e da Virada Social”, para incentivar a prática de ações sociais nas diversas regiões da cidade.

O projeto, de autoria do vereador Sansão Pereira, tem como objetivo a celebração de parcerias com a iniciativa privada, da sociedade civil, movimentos populares locais e instituições religiosas para a organização de ações sociais, que serão divulgadas através dos meios de comunicação oficiais.


O vereador explica que em meio a este período de pandemia, empresários, organizações sociais e religiosas, movimentos e demais voluntários, se dispuseram a ajudar de alguma forma, através de doações de alimentos, roupas, cilindros de oxigênio, respiradores, bem como com apoio espiritual e orações.


“Considerando o espírito de solidariedade que os paulistanos têm demonstrado a seu próximo, vimos a necessidade do reconhecimento desta data especial e de ações destas pessoas, especialmente ao incentivo de práticas de bondade e solidariedade entre a população.” Afirma o autor.


Nos Estados Unidos, o Dia de Ação de Graças é um dos feriados mais importantes do calendário, superando até mesmo o Natal e o Ano Novo. A intenção da celebração é relembrar e prestar gratidão, por tudo que aconteceu no ano que se passou.


Em São Paulo, a ideia surgiu através do Projeto Unisocial, idealizado pelo parlamentar no ano de 2016. “Não sei se todos aqui sabem, mas já trabalho com assistência social há mais de 30 anos, inclusive fui o idealizador do Unisocial, que se dedica a visitar comunidades de todo o País e levar amparo, doações de alimentos e brinquedos para as crianças. Também há prestação de serviços voluntários, como atendimento médico, odontológico e de enfermagem, e orientação de assistentes sociais, advogados e outros profissionais, o que torna a obra social a mais completa possível.” Conclui o vereador.




8 visualizações